plano-de-saude-barato-gavimar

Plano de saúde: saiba por que você deve investir em um hoje mesmo!

Cada vez mais os brasileiros têm se preocupado com a saúde, principalmente quando envolve filhos e o restante da família. A maioria de nós paga uma mensalidade bem alta do plano de saúde, buscando ter um melhor atendimento, cobertura de especialidades médicas e um conforto maior em casos de emergência.

Porém, nem todos os cidadãos têm condições de arcar com essa quantia mensal, ou simplesmente consideram ser um dinheiro mal investido, uma vez que quase nunca ficam doentes. Estes grupos acabam recorrendo ao nosso Serviço Único de Saúde (SUS) – que em outros países sequer existe.

E esse grupo ainda é bem grande. São milhares de pessoas que circulam pelos hospitais públicos de nosso país, e nas cidades grandes esse número é ainda maior, gerando caos no atendimento e demora para procedimentos simples e complexos. As reclamações sobre o SUS são frequentes e a falta de investimento em melhorias faz com que pessoas que, mesmo sem condições favoráveis, optem por contratar um plano de saúde.

O valor pode até ser alto para uma parte da população, porém, os benefícios de um serviço de saúde particular são a recompensa desse investimento. Saiba agora por que você deve contratar um plano de saúde:

Segurança para qualquer necessidade

Falar de saúde é coisa séria, principalmente para aquele grupo de pessoas mais vulneráveis, como crianças e idosos. Por isso, não podemos nos descuidar quando o assunto é saúde. Emergências podem acontecer a qualquer momento e o preço de internações ou cirurgias particulares chega na casa dos milhares. O SUS, com a sua calamidade conhecida, dificilmente tem vaga para cirurgias de emergência. Por isso, o plano de saúde é a melhor opção para qualquer precisão.

Você pode escolher um plano de acordo com as suas necessidades e de sua família, prevendo também as demandas futuras. Com isso, terá mais segurança de que o melhor será feito em determinado momento. Por isso, existem diferentes tipos de convênios para proporcionar a segurança ideal para cada necessidade.

Dentre os principais, destacam-se:

  • Plano ambulatorial: é o plano mais básico, geralmente indicado para adultos que não possuem problemas graves de saúde. É assegurada a cobertura de consultas, procedimentos ambulatoriais, internação e cirurgia.
  • Plano de referência: é o plano mais completo e mais caro. Garante cobertura à consultas, exames e tratamentos, além de cirurgias e transplantes.
  • Hospitalar com obstetrícia: inclui pré-natal, parto, assistência ao recém-nascido e eventuais complicações pós-parto.

Economia em longo prazo

A maioria das pessoas considera um plano de saúde um gasto exorbitante e desnecessário. Porém, o plano se assemelha a um seguro. Só damos valor quando precisamos deles.

Considerando valores de consulta de um clínico ou especialista particulares e, principalmente, de um atendimento de emergência, não contar com um plano de saúde envolve muito mais dinheiro e ainda por cima imediato, que pode fazer falta no final do mês.

Para ter uma noção, uma consulta particular com um cardiologista, custa em média R$ 250 a R$ 800, dependendo da clínica. Nesse valor não estão inclusos os exames necessários, que ultrapassam os R$ 100,00.

Quanto a uma internação de cirurgia particular, um procedimento cirúrgico de refluxo gastroesofágico tem o valor de R$ 12.734,71. Ou seja, valor muito mais alto e à vista, se comparado com a mensalidade de um plano de saúde, que custa em média R$ 400,00 (dependendo do plano e da quantidade de pessoas).

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *